FABRÍCIA

*niver* 21 de agosto

*Distrito Federal*

A ti, Leão

Atribuo a tarefa de exibir ao mundo

Minha Criação em todo o seu esplendor

"Um filhote de leão, raio da manhã

Arrastando o meu olhar como um imã

O meu coração é o sol, pai de toda cor

Quando ele lhe doura a pele ao léu..."

Caetano Veloso

Meu Humor

Muito obrigada pela visita

Por favor! Deixe seu

Recado

Comentário

Bronca

Ou um simples alô

No meu mural abaixo

Links

:: Monte Sagrado
:: Mário
:: Escola Normal de Ceilândia
:: Meu fotolog
:: Homenagem a última turma da ENC...
:: Muitos encontros...muitas despedidas
:: Daniela Mel
:: Blog da Débora
:: "fecho os olhos e uso o assento da poltrona pra flutuar"

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

Arquivo do Blog

01/01/2007 a 31/01/2007 01/10/2006 a 31/10/2006 01/08/2006 a 31/08/2006 01/03/2006 a 31/03/2006 01/02/2006 a 28/02/2006 01/01/2006 a 31/01/2006 01/11/2005 a 30/11/2005 01/10/2005 a 31/10/2005 01/09/2005 a 30/09/2005 01/08/2005 a 31/08/2005 01/07/2005 a 31/07/2005 01/06/2005 a 30/06/2005 01/05/2005 a 31/05/2005

Visitas

Créditos

[AD-SIZE]

Desculpem a demora, mas realmente o tempo não estava se fazendo presente!

Estou tendo um pouco mais de espaço para fazer minhas reflexões e compartilhá-las com vocês.

Ultimamente estou ficando sozinha em casa e parei para pensar no assunto solidão, algo me deixou apavorada: “Mesmo quando estou com os outros, estou só”

Para aqueles que me conhecem devem imaginar o quanto eu fico desesperada quando penso nisso, afinal eu sou muito ligada aos amigos, à família, as pessoas.

"O filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976) afirma em 'Ser e Tempo' que estar só é a condição original de todo ser humano. Que cada um de nós é só no mundo. É como se o nascimento fosse uma espécie de lançamento da pessoa à sua própria sorte. Podemos nos conformar com isso ou não. Mas nos distinguimos uns dos outros pela maneira como lidamos com a solidão e com o sentimento de liberdade ou de abandono que dela decorre, dependendo do modo como interpretamos a origem de nossa existência. A partir daí podemos construir dois estilos de vida diferentes: o autêntico e o inautêntico." 

E eu galera, sou autêntica ou inautêntica?

Colocarei dados que ajudará você a responder essa pergunta:

"O homem se torna autêntico quando aceita a solidão como o preço da sua própria liberdade. E se torna inautêntico quando interpreta a solidão como abandono, como uma espécie de desconsideração de Deus ou da vida em relação a ele. Desse modo não assume responsabilidade sobre as suas escolhas. Não aceita correr riscos para atingir seus objetivos, nem se sente responsável por sua existência, passando a buscar amparo e segurança nos outros. Com isso abre mão de sua própria existência, tornando-se um estranho para si mesmo, colocando-se a serviço dos outros e diluindo-se no impessoal. Permanece na vida sendo um coadjuvante em sua própria história.

Tendo um pouquinho de autocrítica, assumo que a solidão para mim ainda parece abandono...

Agora a pergunta é para você leitor, reflita:

"Sendo autêntico você assume a responsabilidade por todas as suas escolhas existenciais, aceita correr os riscos que forem necessários para atingir os seus objetivos, e passa a encontrar amparo e segurança em si mesmo. Com isso, apropria-se da existência, torna-se indivíduo, torna-se autônomo, torna-se dono da sua própria vida, dono da própria existência, torna-se senhor de si mesmo. Você se percebe sendo o senhor de si mesmo?"

Percebi durante esse tempo que a minha solidão causa angústia... Foi assim que notei a importância que teve minha família me deixar sozinha.

"A angústia provocada pela solidão é o sentimento que muitas pessoas experimentam quando se conscientizam de estarem sós no mundo. É o mal-estar que o ser humano experimenta quando descobre a possibilidade da morte em sua vida, tanto a morte física quanto a morte de cada uma das possibilidades da existência, a morte de cada desejo, de cada vontade, de cada projeto."

Acho que algo em minha vida pode estar morrendo...

 A minha condição de ser...

"A solidão é a condição do ser humano no mundo. Todo ser humano está só. Esta é a grande questão da existência, mas não significa uma coisa negativa, nem que precise de uma solução definitiva. Ou seja, a solução não é acabar com a solidão, não é deixar de sentir angústia, suprimindo este sentimento. A solução não é encontrar uma pessoa para preencher o vazio existencial, não é encontrar um hobby ou uma atividade. A solução não é se matar de trabalhar e se concentrar nisso para não se sentir sozinho. Também não é encontrar uma estratégia para driblar a solidão. A solução é aceitar que se está só no mundo. Simplesmente isso. E sabendo-se só no mundo, viver a própria vida, respeitar a própria vontade, expressar os próprios sentimentos, buscar a realização dos próprios desejos. Quando se faz isso, a vida se enche de significado, de um brilho especial."

"O objetivo não é fingir que a solidão não existe, não é buscar a companhia dos outros, porque mesmo junto com os outros você está e sempre será solitário.  O outro é muito importante para compartilhar, trocar. O outro é muito importante para a convivência, mas não para preencher a vida, não para dar sentido e significado à uma outra existência. A presença do outro nos ajuda, compartilhando, mostrando a parte dele, dando aquilo que não temos e recebendo aquilo que temos para dar, efetivando a troca. Mas o outro não é o elemento fundamental para saciar a angústia ou para minimizar a condição de solidão." 

Lá vai o último e mais chocante recado da minha descoberta:

 

"A experiência de cada um de nós é única. O nascimento é uma experiência única, pois ninguém nasce pelo outro. Da mesma forma que a morte é uma experiência única, pois ninguém morre pelo outro. E a vida inteira, cada momento, cada segundo da existência, é uma experiência única, pois ninguém vive pelo outro."

 

Fabrícia Chagas com ajuda do psicólogo Jadir Lessa

 

 

 

:: Postado por Fabrícia às 09:09
::
:: Enviar esta mensagem

Entrando dentro do meu peito a imagem do meu belo sorriso...

:: Postado por Fabrícia às 23:07
::
:: Enviar esta mensagem

Galera, a vida na UnB não anda sendo fácil!
Muita correria!
Percebam o que eu ando fazendo:


Subi a porta e fechei a escada.
Tirei minhas orações e recitei meus sapatos.
Desliguei a cama e deitei-me na luz.

Tudo porque
Ele me deu um beijo de boa noite...
(Autor Anônimo)



E olha que ainda nem estou usando maconha hein...
KKKKKKKKKKKKKK
Beijos
Desculpe a demora!

:: Postado por Fabrícia às 23:02
::
:: Enviar esta mensagem

Meu Deus, eu não sei o que acontece comigo que não consigo dizer:
Não! Eu não quero! Não vou! Nãoooooooooooooo!!!!
E de repente quando vai chegando o final eu tenho vontade de jogar tudo para o alto e me revoltar, mas a revolta é de mim, por mim e para mim!
Mas não se preocupem, pois eu já sei que tenho que parar e pensar que os outros podem ser prejudicados, caso a minha revolta seja manifestada...
Tive uma semana difícil e vejo que procurei caminhar por um lugar que eu já sabia o tamanho dos cascalhos!
É quase imperdoável que eu tenha feito isso!
Ai que desespero!
Eu me conheço, mas não tenho defesas...
Na escola ninguém me ensinou como devo me defender de mim!
Sei dos meus limites, mas não os respeito... E então fico perdida diante da minha própria discrepância!
Sei antes o que acontecerá no depois, mas ainda assim, jogo-me nas armadilhas que eu faço!
Certa vez um grande conhecedor dos astros, olhou no meu mapa astral e falou:
“Você só tem um inimigo, Você! E é desnecessário passar todo o tempo querendo agradar aos outros, pois eles gostam de você mesmo que nada você faça!”
Acho que quando eu digo “SIM” estou querendo amor, pedindo atenção!
Amor esse que eu já conquistei por mim e não por minhas aceitações!
Estou com muito sono e cansada!
Acho que essa semana eu precisaria falar “SIM”, para a minha vida, minha saga, meu ego!
(“Quero colo, vou fugir de casa posso dormir aqui com vocês”...).
Estou com medo, tive um pesadelo!” (Renato Russo.)

Eu preciso dormir agora!
Desconsidere esse texto!
Estou com muito sono!
Beijos

:: Postado por Fabrícia às 00:55
::
:: Enviar esta mensagem

Hoje Mário mandou para o meu e-mail essa frase e pediu para eu refletir...

Seria um grande ato de egoísmo não compartilhá-la com vocês, portanto pense bastante:

 

Chega um tempo em que você olha para o espelho e percebe que o que você vê é tudo o que você vai ser. Então você aceita ou se mata. Ou para de olhar em espelhos...

 

Acho que na minha atual fase de evolução vou deixar de me olhar em espelhos!!!

 

E você, em que fase chegou??? Já aceitou?

:: Postado por Fabrícia às 00:08
::
:: Enviar esta mensagem

Respondendo quem eu sou...

Primeiramente gostaria de agradecer a Carol por me encher de ânimo para voltar a blogar, pois agora fico feliz em saber que tem alguém comentando o meu blog!
Em um site de relacionamento me fizeram a seguinte pergunta:
_Quem é você?
Totalmente confusa respondi:
_Bem, vamos lá!!!
Eu sou a Fabrícia, a garota do sorriso constante!
E há ainda quem conhece as duas fases desse sorriso, pois nem sempre ele é acolhedor, admito ser sarcástica em muitos momentos!
Ainda estou tentando desvendar as loucuras desse meu pequeno ego leonino!
Mas já cheguei a algumas conclusões que podem ser compartilhadas:
• Minha voz é a grande marca da minha identidade;
• Não sou a “boazinha”, mas a bruxa Keka também não;
• Tenho uma preocupação exagerada com as coisas (quando falo em coisas posso está me referindo também a pessoas...) que naturalmente não era pra eu me preocupar tanto;
• Eu poderia ser mais independente do que eu sou;
• Muitas vezes o meu exibicionismo irrita as pessoas;
• Sou uma professora de garra!!! E gosto do que eu faço!
• Teatro (Paixão...), quanto a isso deixarei ter fundamentos acadêmicos para falar, aproveito a oportunidade para comunicar o maior motivo de orgulho para a minha família: Sou a mais nova universitária da UnB!
• Sou inteira nas relações, entusiasmada! E ainda ajo com imaturidade nos momentos que falamos em MUDANÇA, gostaria de eternizar os meus sentimentos e o dos outros... Não falo apenas de sentimentos positivos!
• Tenho o papo de bêbada, embora beber não seja a minha praia, mas o que é papo de bêbada? Hum... É o mesmo que papo de gente insegura, do tipo: Você gosta de mim? Se pudesse mudar algo em mim, o que mudaria? Eu estou gorda? Quem são meus inimigos? Risos... Admito que faço perguntas desse gênero estando em total saúde mental!
• Às vezes faço cena para que meu público se compadeça de mim, mas eu já entendi que ninguém ta aqui nesse mundo para isso e que o brilho que tenho não merece piedade e nem tão pouco reconhecimento, devo brilhar por mim, para mim...
• Sou mesmo dramática e exagerada, mas tenho o dom da verdade e evito mentir! Então não pensem que a dor que digo sentir, não estou sentindo, mas encarem como se fosse a dor de uma leonina exagerada! Adorei a frase que um amigo me disse num momento de desespero: Fá, você pode pintar o diabo mais feio do que ele é... Depois disso estou mais reflexiva...
• Amo a Deus e a igreja é um lugar que me sinto saciada, contudo me decepcionei muito com os homens e com aqueles que pensam ser “escolhidos de Deus” e até já estão vendendo lotes no céu... Peço então pra que Deus não permita que eu pereça em maus caminhos... Sou do Bem!
Acho que para o orkut eu já falei mais do que deveria, mas não tente usar o que eu disse contra mim, pois agora irei lhe desvendar o meu grande segredo:
Antes que você pense o que eu sou pra você, eu já sei o que você pensou da Fá!
Espero não ter sido cansativa!

:: Postado por Fabrícia às 01:12
::
:: Enviar esta mensagem

Relatório diário! Uma rapidinha!

Hoje: 06 de agosto
Estado de espírito: Ansioso
Lugar que estou: Em casa
Vontade de estar: Na praia deserta de Itaparica!
Uma palavra que defina meu dia: Leveza? Sei Não...
Uma pessoa que me aborreceu hoje: Minha mãe
Uma saudade: Gaby!
Um desejo: Comer lasanha e logo após, Pavê. Hum...
Uma alegria: A noite passada
Uma desobediência: Bebi refrigerante
Um ato de loucura: Pendurei fotos no teto do quarto
Uma indecisão: Onde trabalhar amanhã
Uma tristeza: Minha amiga perdeu o bebê!
Umas preocupações: Gaby, dívidas!
Ajudar-me-ia: Dinheiro
Queria ter: Uma consulta médica, pois sinto que estou doente!
Algo que me surpreendeu: O blog da Carol: www.carolicias.blogspot.com
Um medo: Perder! Perder a presença da coisa que eu mais amo na minha vida, meus pais!
Um tiro: Para o alto, não quero acertar ninguém hoje!
Um presente para me fazer feliz hoje: Um cartão confeccionado especialmente para mim! Queimado com vela! Só as normalistas sabem do que eu estou falando... Risos!
Ah! E depois continuo....
Agora eu estou: Com preguiça


Beijos

:: Postado por Fabrícia às 16:28
::
:: Enviar esta mensagem

A escolha é sua!!!



:: Postado por Fabrícia às 00:43
::
:: Enviar esta mensagem

O sentido quem oferece é você!

Conforme o prometido, cá estou galerinha!
Sem novidades...

E hoje não sei partindo de qual sentimento comecei a escrever algo assim:


Ratos estão em volta da minha cama, eles estão me cercando e eu não consigo sair do lugar...
É o medo do chão, é o medo dos ratos.
E tenho medo até de olhar!!!
Na noite passada perdi novamente o sono com medo dos ratos, não sei se eles querem meu corpo ou desejam roubar a minha intuição...
Penso mil coisas ao mesmo tempo e nesse turbilhão não sei se os ratos são amigos ou inimigos, mas sei que preciso me defender...
E eu tenho medo até de olhar!!!
Ontem quando acordei pensei em colocar uma bela mesa de café da manhã, convidar uns amigos e comemorar as alegrias desses últimos dias, mas logo ao amanhecer vi os ratos famintos ao meu redor, e então fiquei com fome...
E eu tenho medo até de olhar!!!
Na hora do almoço mil vozes sussurravam o meu nome, parecia que bêbados não resistiam ao encanto de me chamar, mas eu não tenho como sair... Os ratos ameaçam me pegar...
E eu tenho medo até de olhar!!!
O jantar vai se aproximando e agora as minhas veias tem sede de sangue, alguns dias sem comer e os ratos ainda estão ali... Não consigo me levantar e o outro dia já vai chegar!!! Tenho medo do outro dia, pois talvez eu novamente não vou almoçar!!!
E eu tenho medo até de olhar!!!
Mais uma noite chegou e dessa vez a coragem chega para mandar lembranças... Disse que eu deveria não temer os ratos, pois enquanto eu me preocupo com o almoço de amanhã, ainda não tive nem a oportunidade de participar do jantar de hoje! E eu então falei para a coragem:
Hoje não terei medo de olhar!
Reportei meus olhos para os ratos e para a minha surpresa eles nem estavam mais lá, talvez nunca estiveram, mas eu sempre precisei de um motivo para não me levantar!!!
Eu tiro nesse momento os ratos do meu quarto e amanhã por favor, pode servir um café da manhã para a gente comemorar!!!

Beijos

Devaneios vascaínos vão dobrando a esquina!!!
Contra todos e contra ninguém...
Estou só esperando para acontecer!!!

Texto sem noção, mas sei lá...
Obra da minha criação!!!
Não estou bêbada!

:: Postado por Fabrícia às 00:34
::
:: Enviar esta mensagem


Momento gostoso!!!
Ficar juntinho do meu amor!!!
Lugar lindo, Chapada dos Veadeiros!!!
Recomendo!
Festival de Cultura- julho 2006

:: Postado por Fabrícia às 01:49
::
:: Enviar esta mensagem

Eu voltei, agora pra ficar!

Atendendo aos pedidos, hoje volto a passar por aqui...
Antes gostaria de me desculpar pelo tempo que passei sem deixar nem ao menos um recadinho para vocês!
Mas agora eu voltei e com uma super novidade: Passei no vestibular!!!
E com certeza, muito feliz!!!
Obrigada de coração para aqueles que fizeram parte dessa conquista, inesquecíveis serão!
Pois é, estou ansiosa!!!
Pensamento longe...
Ainda não sei o que é, mas assim que as palavras tomarem forma eu irei postar alguma coisa!
Vamos lá, atualizando a minha vida...
• Engordei 2 quilos (Essa semana já começou a dieta!).
• Estou trabalhando em 2 escolas, mas não sei até quando já que passei na UnB e o meu curso (cênicas) é diurno.
• Continuo muito apaixonada e estou muitoooooooooo feliz com o meu amor!
• Meu papai ta dodói, mas papai do céu foi encarregado para cuidar dele;
• Faltam 20 dias para o meu niver e podem começar a comprar os presentes...
• Sem dinheiro... Preocupada com dívidas... Dr. Jonathas não vê esse blog, graças a Deus! Fora as dividas com os leitores assíduos desse blog! Eitâ!
• A minha amiga Gabriela foi morar em Barretos- SP, foi consagrada a freira da Toca de Assis... Desconheço os meus sentimentos quanto a isso.
• Sem criatividade nesse período, muito agitada e ansiosa!


Amigos, eu tentarei ser constante!!!
Mas deixem comentários!
Nem que seja: OI!
Um dos motivos que eu parei de postar, foi a falta de público!
Artista sem público é o mesmo que uma fada sem poder!
Beijos
Depois eu volto!
Curiosidade sobre a minha vida, use esse espaço para me perguntar!

:: Postado por Fabrícia às 01:30
::
:: Enviar esta mensagem

Oi anjinhos!!!

Estou passando por aqui apenas para não deixá-los desinformados da minha vida, hoje fui novamente trabalhar e com o dobro da “ralação” de ontem, afinal não estou acostumada com a mudança de turmas (no total são 6).
Foi um dia bom, mas estou um pouco preocupada com a minha saúde (é um caso muito pessoal para publicar). Espero que não seja nada grave!
Hum... Hoje também eu senti uma saudade da Escolinha do Leléu!!!
E tenho uma novidade:
Comecei a participar de um grupo de estudo bíblico, pois vejo que eu estou precisando de uma aproximação com Deus!



“Um dia feliz às vezes é muito raro, falar é complicado, quero uma canção!”
Jota Quest

:: Postado por Fabrícia às 23:14
::
:: Enviar esta mensagem

Sonoooooooooooo!!!


Agora eu preciso ir dormir, estou cansadinha!!!
Não esqueçam de sonhar com os anjinhos!

:: Postado por Fabrícia às 22:47
::
:: Enviar esta mensagem

Hoje eu tive o meu primeiro dia de aula na nova escola que estou trabalhando! Foi um sucesso, consegui alcançar todos os meus objetivos, se bem que lá tem uma turminha impossível e eu sinceramente espero que isso não venha me causar stress no final do semestre!
Percebo que sala de aula é mesmo algo que eu gosto, mesmo com o baixo salário e o cansaço!
Amanhã e depois eu não vou ter aula de Inglês!!!!!!!!
Hehhehehe
Zueira total então!!!!
Beijos meus amores!
E não esqueçam que dia 27 de março é o dia do Teatro!!!!!!!!!!!!!!

:: Postado por Fabrícia às 22:36
::
:: Enviar esta mensagem

:: Postado por Fabrícia às 08:58
::
:: Enviar esta mensagem